Crianças Pós-Apendicectomia?

Apendicite significa inflamação, aumento e em muitos casos infecção fúngica do apêndice vermiforme. Este minúsculo órgão tubular é a expansão do ceco, e pensa-se que tenha um papel no processo de digestão. Quando esta masculinidade em forma de verme é bloqueada por cálculos ou fezes, ela se torna inchada e inflamada.

Vamos ver...

Quando a inflamação é acompanhada por doenças bacterianas, a progressão desta doença é acelerada e o apêndice vermiforme rapidamente se torna funcional. Na ausência de um tratamento médico adequado, a apendicite pode resultar em sérias complicações como perfuração do apêndice, sepse (infecção bacteriana grave) e abcesso. A apendicite é considerada como uma doença cirúrgica e sua terapia geralmente requer apendicectomia.

A apendicectomia é um procedimento médico simples que requer a remoção do apêndice doente no corpo. Atualmente, a apendicectomia é considerada como um processo cirúrgico seguro e confiável, e os perigos de complicações pós-operatórias são mínimos. Ao contrário dos adultos, crianças pequenas e bebês precisam de cuidados médicos e parentais especiais, antes e depois da cirurgia. Se a apendicite envolver doença bacteriana, pacientes jovens são geralmente tratados com antibióticos antes e depois da apendicectomia.

Levar em conta

Antes da cirurgia, as crianças também devem aderir a um regime alimentar rigoroso, com o objetivo de reduzir os riscos de complicações. Tais regimes consistem em alimentos suaves e não irritantes e bebidas bem toleradas. Após a operação, os pacientes jovens precisarão permanecer hospitalizados por pelo menos mais alguns dias. Durante este período, as crianças serão mantidas sob observação médica permanente e receberão tratamentos médicos pós-operatórios para poder acelerar sua recuperação.

As crianças normalmente não podem beber ou comer logo após a cirurgia. Para poder prevenir a desidratação e diminuir a dor, pacientes jovens devem receber líquidos intravenosos e analgésicos. Mesmo que as crianças tenham dores pós-operatórias, os médicos recomendam que elas devem sair da cama e caminhar logo após a cirurgia. Desta forma, os intestinos começarão a funcionar corretamente, acelerando a recuperação dos pacientes jovens.

Na primeira semana após a cirurgia, as crianças só devem comer alimentos macios e não irritantes como purê de batata, arroz, sopas e frutas. Você deve evitar dar a seu filho alimentos que possam produzir inchaço e desconforto abdominal.

Nota final

Para poder parar a anemia e astenia pós-operatórias, dê a seu filho suplementos nutricionais de vitaminas e minerais por pelo menos um mês. Além disso, tenha certeza de que seu filho terá descanso suficiente. Após a apendicectomia, pacientes jovens não devem ser autorizados a manter um esforço físico intenso por cerca de 2 meses. Entretanto, a simples ginástica de recuperação pode acelerar o processo de cura e as crianças mais velhas devem ser encorajadas a tomar parte em ações físicas não intensas. Desta forma, seu filho manterá um tônus muscular fantástico e um sistema imunológico poderoso.

Este artigo foi útil?

Artigos Relacionados