Há uma jovem no campo florido no Chipre.

How To Heal Allergies from Within?

Somos responsáveis por tudo em nossas vidas". "OK, Wayne", eu disse, "concordo. E agora? Como assumo a responsabilidade pela química em meu corpo quando meu sistema imunológico é danificado? Meu sistema imunológico compreende compostos", lembrei a mim mesmo. "Sou responsável por todas aquelas substâncias que fazem seu trabalho". O que estou ou não fazendo que esteja encarregado de que os compostos façam o trabalho deles? Os produtos químicos.

Produtos químicos

I am accountable for my chemicals. How do I take responsibility for all those chemicals? Chemicals? What mechanism activates the release of my chemicals? Ye gads! The brain. The brain sends messages to all systems within the body. I asked myself. “Allergies, allergies, allergy attack, allergy attack–am I getting somewhere? I’m being attacked by pollen–so? What’s the connection between allergy attacks and being an abused child? Allergy attack–allergy attack.” Days and weeks passed. When the body is attacked by something, the immune system immediately sends substances to resist the invasion. I lamented. “What can I do today? I’m responsible for the chemicals in my body,” I reminded myself.

I began considering the incidents of physical abuse. I saw my dad’s menacing figure coming at mehis face red, hand raised, swearing and crying. Whack, his big hand struck the side of my mind. ATTACK! My dad attached me verbally and physically. There’s the link! Allergy attack’s verbal/physical attack–both had emerged in my mind as the same. To understand the physiological and psychological construct, one wants to accept the fact that the physical body and mind are intertwined. One isn’t different from the other.

Desenvolvimento de alergias

Para entender o desenvolvimento de ataques alérgicos com ataques físicos ou verbais na minha mente, precisaremos discernir minha experiência como um bebê no berço. Os cinco sentidos: audição, visão, olfato, paladar e tato são a única maneira de um bebê entender seu mundo e sua comunicação. Três dos cinco sentidos são ativados pelo método, como meu pai, para acalmar um bebê uivante: O bebê ouve os passos do pai e, no primeiro caso, assume que alguém está vindo para confortá-la. O choque desta voz alta (audição) e do tapinha difícil (toque) é respondido por uma restrição na gritaria (respiração) - respiração e odor são sinônimos.

The shock of the loud voice and bodily effect has knocked the breath out of the baby. When the baby’s adrenal system reactivates breathing, the baby breathes in the smell of cows grain and hair odor, which permeates the dad’s clothes. In several cases, the mother responds to the crying baby nonetheless, the infant can’t differentiate when the mother or father will react. Therefore, the baby soon admits the footsteps of their father, but has no way to escape. Her fight and flight mechanics is triggered, and compounds surge through her body requiring extra oxygen because her heart rate and breathing increase.

Enquanto ela tenta trazer oxigênio, ela concomitantemente constringe seu choro; ambos entram em conflito um com o outro. Isto causa inchaço no sistema brônquico, e é assim que a asma é desencadeada - passagem brônquica limitada. Não obstante, os seres humanos evoluíram com imunidades aos componentes que são comuns ao meio ambiente.

Sistema imunológico

Com raras exceções, o sistema imunológico humano, como um sistema em funcionamento, é suficiente para proteger o organismo. Em uma experiência como a minha, a mente do bebê foi impressa através de três dos cinco sentidos. Isto deixa um efeito poderoso. Como no meu caso, os aromas de grãos e pêlos de gado estão associados ao medo e à incapacidade de respirar. Assim, minha asma/alergias se tornaram uma resposta física ao medo, à angústia e ao sentimento associado a qualquer cheiro forte. Lembro-me de ter sofrido ataques de asma quando estava esperando uma situação estressante entre meu pai ou quando ele me agrediu verbalmente.

Ao ouvir meus sentimentos anteriores e ao observar minhas respostas, reconheci a realidade de que meu sistema imunológico estava danificado. Os médicos também me disseram que meu sistema imunológico não foi bem sucedido, mas eles o culparam por um simples fato de uma casualidade genética, algo que eu precisava aceitar. Aceitei meu destino com todo o respeito; afinal de contas, os médicos conhecem o corpo humano e são curandeiros - eles entendem melhor.

No passo seguinte, comecei a celebrar minhas reações corporais sempre que comecei a ter reações alérgicas. Eu observava e observava. Um dia descobri uma sensação corporal muito sutil, tão sutil que quase não notei sua existência. A sensação corporal era tão tênue e tão distante. Eu quase não o captei. Meu batimento cardíaco parecia tão parado. Estava muito tênue. Eu peguei meu batimento cardíaco e tive dificuldade para encontrá-lo. Continuei a ouvir e a observar a resposta do meu corpo aos cheiros. Ye gads! A idéia veio em meus pensamentos.

Meu comando de combate-voo não estava sendo ativado. Em vez disso, eu estava dizendo ao meu método de combate-voo para fechar. O QUE? O mecanismo de combate-voo é essencial para a sobrevivência desta máquina. Eu estava dizendo ao meu para fechar. Meus pensamentos então voltaram ao episódio quando meu pai tentou me perseguir com o cavalo. Percebi que era a época em que eu fechava meu sistema de combate-voo mais do que estava fechado. Meu coração parou quando o cavalo se abalou até uma parada na minha frente, seu hálito quente soprando na minha cabeça.

A partir daí, lembro-me de não sentir a dor quando meu pai me bateu. Eu tinha sido completamente fechada. Com o passar dos dias, continuei a ouvir e a observar minha respiração. Como descobri, fiquei consciente de que me tornei animado quando um espirro era um espirro alérgico. A idéia era: "Não há nada que você possa fazer, o pólen ataca e você está com muita dor, sente-se doente e mal pode funcionar, mas dura apenas um breve período de tempo. Suportar a dor - a dor vai passar". Quando criança, eu não conseguia lutar ou fugir. Emocionalmente, para suportar os ataques físicos e verbais, eu me animei dizendo a mim mesmo: "A melhor estratégia é não fazer nada". Este processo de pensamento bloqueou subconscientemente a transferência de compostos de sobrevivência para proteger meu sistema do risco. Quando os compostos foram enviados, pude sentir a dor de arrepiar os ossos antes e depois do ataque. Eu não gostava desta dor e, portanto, instruí-me a fechar.

Eureka!

Eu havia treinado minha mente para parar de enviar as substâncias básicas de vôo de combate utilizadas para proteger o sistema. É claro que o médico me deu doses de adrenalina quando meus compostos naturais não funcionavam. A adrenalina é o composto significativo que o sistema imunológico envia para lutar ou fugir. O próximo passo foi rastrear as mensagens que eu mesmo dei quando espirrei. A rotina era consistente - eu me tornei muito passivo, para que eu pudesse sentir meus sentidos desligados.

Meus músculos relaxaram, sem emoção exterior. Nada! Eu escutei, ouvi e observei. Após vários anos de dizer ao meu cérebro para parar, aprender a reagir não foi fácil. Era tão natural fechar. Mesmo assim, eu escutava e cada vez que me sentia fechado, dava um comando para ripostar. Visualizei os produtos químicos correndo para a corrente sanguínea e por todo o meu corpo. Eu praticava e praticava. Gradualmente, notei uma diferença na severidade e na duração dos ataques de alergia.

Chegou a primavera de 1990 (uma estação geralmente difícil, pois eu tinha sido alérgico a pólens de árvores e gramíneas): sem espirros, sem olhos lacrimejantes, sem tosse. Eureka! Eu fiz isso. Eu consegui! Isto foi e continua sendo um sucesso físico e mental com amplas implicações. Eu queria gritar dos telhados. Queria dizer a todos -Metaphysical healing functions! A cada estação do pólen que passava, eu fui progressivamente livre de alergias. Durante três décadas, foi necessário que eu decidisse conscientemente "lembrar" a mim mesmo de lutar contra. Eu não preciso ter concentração total. Além disso, quando tenho reações alérgicas a componentes fabricados, não me responsabilizo pela geração do sistema imunológico para lutar contra.

Isto é o resultado de como o sistema imunológico protege a máquina dos componentes naturais; quando me responsabilizei pela remoção de todas as reações alérgicas, pude estabelecer exigências irrealistas e constituir uma falha psicológica irrealista também. Uma nota de advertência para qualquer um que possa acreditar que descrevi este processo como simples e fácil: tinha sido muito difícil e exigia atenção, compromisso e dedicação. Durante o período inicial da recuperação, quaisquer distrações causaram redução na concentração, além da redução na eficácia.

Palavra final

Isto foi desanimador às vezes e me ouvi dizer: "Veja, você não pode realmente mudar este mal, você não é como você pensa que é". Isto foi uma ilustração de todas as coisas negadoras e desmoralizantes que o meu pai me disse. Aconteceu-me, eu estava deixando as palavras de outras pessoas controlarem o que eu podia ou não realizar agora, e me tornei ainda mais determinado.